© 2019

OWC 2017 - Equipe Ponta Negra Campeã

April 28, 2017

No Offshore World Championship realizado de 23 a 28 de abril, os melhores pescadores do mundo reuniram-se para a disputarem o direito de ganhar o título mais exclusivo na pesca de torneio internacional. Mas das 50 equipes de elite da competição, apenas uma poderia ser coroada Campeões do Mundo Offshore de 2017: A Equipe Brasileira Ponta Negra, do Iate Clube do Rio de Janeiro.

 

Depois de anos de quase colocarem as mãos na taça, incluindo um segundo lugar em 2016, a vitória foi especialmente doce para os pescadores João Paulo Teixeira da Costa, Evandro Soares, Ricardo Pedrosa, Eduardo Castro e Antônio Villarejo. Evandro Soares também levou para casa o prêmio de pescador de sexto lugar com 1.200 pontos, consagrando-se assim como o brasileiro melhor colocado nesta edição.

Como campeões, a equipe recebeu os cobiçados anéis OWC por VanMark jóias e a oportunidade de participarem do Offshore World Championship por muitos anos.

Outras 11 equipes brasileiras disputaram o torneio, a equipe campeã do Torneio Marlin do Rio de Janeiro, Equipe Picante, veio em segundo lugar. Os pescadores Luís Carlos Bulhoes, Lucas Bulhões, Alberto Quintaes, Vicente Arruda e Vicente Luis Arruda receberam um pingente VanMark de ouro e uma extensão de um ano para competir no campeonato de 2018.

 

A equipe do Campeão OWC de 2016 - Richard De Vertile, Manuel Merino, Alan Fitzwilliam e Jerome McQuilkin - manteve o ímpeto do ano passado com um sólido terceiro lugar. Este é um grande feito para uma equipe defensor, e isso lhes valeu um convite para o torneio de 2018 e pingentes de prata VanMark.

O prêmio de pescador superior foi apresentado ao pescador Brian Walley, da equipe do Torneio de Peixes-marinhos de Los Cabos. Walley que liberou três marlins azuis e  lhe deu 1.500 pontos. Os pescadores Luena Amaro (Angola), Conrad Skinner (Trinidad e Tobago), Gene Sauers (U.S.A.) e Hunter Barron (U.S.A.) seguiram em segundo a quinto lugar, respectivamente.

Ao longo do torneio, 256 pescadores de 29 países libertaram e viram 202 Sailfishes, 49 marlins Azuis, dois Marlins Negros e um Marlin listrado, num total de 254 peixes-marinhos em geral. Numa virada inesperada de eventos, o Sailfish foi lento, mas o Marlin fez uma grande exibição. Os competidores liberaram mais Marlins Azuis em quatro dias do que os últimos quatro anos de competição combinados.

Quatro dourado e um atum com o peso mínimo de 25 libras também foram trazidos para a balança durante a semana.

 

O torneio chegou ao fim em 28 de abril com uma grande festa, comida, bebidas e entretenimento ao vivo em uma gala de prêmios na Marina Pez Vela. Os vencedores foram premiados com troféus King Sailfish, peças VanMark jóias e prêmios de empresas líderes da indústria.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

INSTAGRAM